12 abril 2011

A política baseia-se na indiferença da maioria dos interessados, sem a qual não há política possível” Paul Valéry

@-E a imprensa (Leia-se: Veja, Folha, O Globo...) que entrou de cabeça no voto “NÃO” do Referendo das Armas! Lembram? A arma (s) usada pelo cidadão (maluco) sem antecedentes criminais era oriunda de furto (ou roubo) e fabricada no País! E agora senhores articulistas e colunistas da grande imprensa que bateram duro no Voto “SIM” do Referendo? A História é pródiga para ensinar, mas parece que uma categoria rejeita seus ensinamentos. AH! Detectores de metal resolvem! Miriam Leitão que o diga!

@-Sobre a tirinha de cima: a velha e decadente mídia só queria derrotar o Governo (Lula) no Referendo da Armas, conseguiu! O Brasil poderia ter avançado para o desarmamento, mas a mídia foi radicalmente contra, histericamente contra.

@-Frase “Inequívoca” da Sambu: “No Brasil, um dos problemas que enfrentamos foi levantar a autoestima das pessoas, porque há pessoas muito pessimistas. Se você lê o jornal todos os dias no Brasil, imagine, não se tem nem vontade de sair de casa.” Lula

@-Só para constar: As pessoas têm direito à integridade moral, à imagem, à reputação. O terror-ismo da dita grande (PIG) mídia continua a todo vapor!

@-Só para constar:



@-Pergunta da Sambu: TVs abertas aumentaram seu market share na cobertura da última tragédia?

@-Trecho de um artigo, de um “colunista”, de um jornalão: “São os brasileiros que viram se aproximar uma legião de emergentes compradores dos símbolos de status que antes os diferenciavam das classes D e E. Ao olhar para cima, a classe média tradicional se viu com menos chances de subir à classe A. Ficou mais longe de ser elite. Comparativamente aos outros, o governo Lula foi um retrocesso para veteranos da classe média. Seu custo de serviços disparou: escola particular, telefonia, internet e TV paga. Ao mesmo tempo, passaram a disputar com uma multidão um lugar no avião e no trânsito, muitas vezes com os emergentes dirigindo carros mais novos do que o seu. Dificilmente esse segmento social votará em um candidato do PT. O PSDB tampouco tem sido um porta-voz convincente da sua insatisfação.” José Roberto de Toledo

@-Sobre a tirinha de cima: Meu Deus! Quanta sandice!!!!!!

@-Extra! Extra! A situação já escolheu o candidato de oposição para ( 2018?) 2014. O nome do dito cujo é: Aécio Neves.....

@-A matéria de Capa do jornalismo adolescente de O Globo: “Construção de Belo Monte provoca crise internacional”. Menos molecada! Menos!

@-Pergunta da Sambu: EUA/França/Inglaterra X Kadafi: a guerra civil pode transformar-se em guerra pela defesa da pátria?

@-O ex-presidente Lula voltará às portas de fábricas do ABC paulista, para comícios e manifestações, na segunda quinzena de abril. A Conferir

@-Frase “Reflexiva” da Sambu: «Para o jornalista, tudo o que é provável é verdade». Trata-se dum axioma estupendo, como tudo o que Balzac inventa. Reflectindo nele, nós percebemos quantas falsidades se explicam e quantas arranhadelas na sensibilidade se resumem a fanfarronices e não a conhecimento dos factos. Em geral, o pequeno jornalista é um profeta da Imprensa no que toca a banalidades, e um imprudente no que se refere a coisas sérias. Quando Balzac refere que a crítica só serve para fazer viver o crítico, isto estende-se a muitas outras tendências do jornalista: o folhetinista, que é o que Camilo fazia nas gazetas do Porto (...). Eu própria não estou isenta duma soma de articulismos, de recursos à blague, de graças adaptáveis, de frequentação do lado mau da imaginação, de ridículos, de fastidiosos conselhos, de discursos convencionais, de condenações fáceis, de birras imbecis, de poesia de barbeiro, de elegâncias chatas, de canibalismo vulgar, de panfletismo «bom cidadão». Quando não sou nada disso, sou assunto para jornais, mas não sou jornalista. Agustina Bessa-Luís, in 'Dicionário Imperfeito'

@-O Banco do Brasil vai abrir uma agência na China, informou o presidente do banco, Aldemir Bendine, durante seminário empresarial promovido pela CNI.

@-Penúltima: charge do Nani

@-“O Banco do Brasil prometeu analisar todos os financiamentos questionados após denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal no Pará (MPF-PA) sobre irregularidades na concessão de crédito rural a proprietários com pendências ambientais e trabalhistas. O MPF entrou com ações na Justiça contra o BB e o Banco da Amazônia (Basa) pelo empréstimo de dinheiro público a produtores rurais com irregularidades ambientais e até casos de trabalho escravo. Pelo menos R$ 8 milhões do BB e R$ 18 milhões do Basa foram liberados para fazendas paraenses nessa situação, segundo o MPF.” ABr

@-“As lojas dos shopping centers foram responsáveis por 23% do crescimento das vendas de seu lojistas, com destaque para o setor de artigos de vestuário, que teve 22% de incremento nas vendas de março ante as de fevereiro de 2010. Outra empresa que comemora excelentes resultados é a de vestuário Hering, que viu crescimento de 47% nas vendas do primeiro trimestre deste ano. Esta alta vem acompanhada também de inadimplência. Segundo a Serasa, o índice de atrasos cresceu 14,4% em 12 meses até o mês de março.” DCI

@-“Os quatro países conhecidos como Bric - Brasil, Rússia, Índia e China - deixaram para trás o status de economias emergentes e precisam ser vistos como uma categoria à parte, afirmou nesta quinta-feira o criador do termo, Jim O"Neill. Presidente da gestora de ativos da Goldman Sachs na Grã-Bretanha, O"Neill cita como exemplos de avanço a China e o Brasil, que estão entre as sete maiores economias do mundo com os outros dois muito próximos na lista. "É cada vez mais claro para mim que se referir às quatro nações dos Bric como emergentes não faz mais sentido", disse o economista.” Monitor Mercantil

@-“As vendas de celulares com câmeras ultrapassarão a marca de um bilhão de aparelhos neste ano, com a ajuda da ponta mais cara do mercado, informou na quinta-feira o grupo Strategy Analytics. "A crescente qualidade dos celulares com câmera de alto preço vêm se tornando séria ameaça ao mercado de câmeras digitais simples", disse o analista Neil Mawston” Reuters

@-Última: charge do Latuff

Nenhum comentário: