01 dezembro 2009

"O jornalismo é popular, mas é popular principalmente como ficção. A vida é um mundo, e a vida vista nos jornais é outro." Gilbert Keith Chesterton

@-Frase “Teatral” da Sambu: "Lula é o Getulio Vargas do século 21. Sou a favor do Lula. O nome da candidata dele é secundário. Terá meu apoio." Walmor Chagas

@-Por enquanto! O PanetoneGate contabilizou 40 pessoas até agora!

@-O desespero do PSDB/DEM e mídia amiga: o PanetoneGate pode chafurdar em São Paulo e Minas Gerais. Tucanos e Democratas em total desespero, o que salva? Além da mídia amiga, o Natal, Ano Novo, Carnaval...O esquecimento...

@-Frase “Irrepreensível” da Sambu: “A Folha nunca se mostrou o melhor exemplo da LIBERDADE DE IMPRENSA. Mas agora, vergonhosa e traumaticamente, o jornal mostra que é capaz de ser sempre e cada vez mais, saudosista da ditadura. E pode ser o jornal-arauto do regime que já identificam em alguns “paísecos” da América Central, (e não apenas aí) como DEMOCRACIA AUTORITÁRIA.” Helio Fernandes, jornalista.

@-Pergunta da Sambu: o DEM virará [Partido] ananico político nas eleições de 2010?

@-Pergunta panetônica da Sambu: parte do dinheiro arrecadado ilegalmente pelo [ex] Secretário de Relações Institucionais, Durval Barbosa, irrigou seções do DEM [PSDB?] em outros Estados?

@-É muito! Segundo o Ibope: de cada cem televisores na Grande São Paulo, 55 ficaram ligados entre 18h e 0h, na primeira quinzena do mês passado. Desligue a TV cidadão!

@-Folha de São Paulo tornou-se um Jornal do tipo “Pombo-Correio”, vai para as bancas, mas volta na hora marcada para o depósito!

@-Amável leitor, não é piada, juro que não! A fantástica economista-jornalista Miriam Leitão afirmou: “as pessoas estão comprando mais moveis e por isso aumentando o desmatamento”.

@-Frase “Fantasmagórica” da Sambu: "O escândalo do Distrito Federal assusta". Senador tucano Arthur Virgílio (PSDB-AM)

@-Tirinha de Saite: “A coalizão demotucana já não tinha mais argumentos a contrapor na área econômica. Com Yeda no RS e as cenas protagonizadas por Arruda, em Brasília --ademais das minuciosas anotações de 'pagamentos' da Camargo Correa a expoentes da intimidade serrista em SP, derrete também o discurso do "modo demotucano de governar". Desprovida de projeto e fulminada na aliança política, o que resta à candidatura Serra? A destruição pessoal do adversário. Deflagrar um up-grade na veiculação do ódio elitista que já transborda em insultos fascistóides contra a figura do Presidente da República. Radicalizar o preconceito numa classe média semi-culta e semi-informada que lê Veja. Operar com a mentira pura e simples. A Folha já havia testado o método na falsificação da ficha do DOPS da ministra Dilma Rousseff. A nova investida editorial, dissimulada em ‘artigo’ de César Benjamin, covarde e desprovida dos cuidados jornalísticos na apuração prévia dos fatos, oficializa o padrão do ciclo que se inicia. O fecalismo político substitui a tinta de impressão nas páginas do jornal editado pela família Frias.” (Folha, uma credibilidade em ruína; Carta Maior, 30-11)

@-Pergunta e resposta! Revista Veja: “E qual é o seu limite?
É o limite ético. É não dar mesada, não permitir corrupção endêmica, institucionalizada. Sei que existe corrupção no meu governo, mas sempre que eu descubro há punição. Não dá para entregar um setor de atividade do governo para que um grupo político cuide dele por interesses empresariais escusos. Se peço a um parlamentar eleito para me ajudar a administrar sua base eleitoral, isso é política. Mas, se entrego a esse parlamentar a empresa de energia elétrica, isso não é aceitável. Quando me pedem algo assim, eu aproveito que tenho cara de bobo e finjo que não entendo. Alguns passam para a oposição, mas a maioria continua me apoiando entre aspas e esperando o primeiro momento para me pegar na curva. O problema é que se você entrar nesse jogo não consegue sair mais.” Governador José Roberto Arruda (DEM-DF)

@-Penúltima: Deu na honestíssima revista Veja!

@-Frase “Conhecedora” da Sambu:“Aquele que conhece o inimigo e a si mesmo, ainda que enfrente cem batalhas, jamais correrá perigo. Aquele que não conhece o inimigo, mas conhece a si mesmo, às vezes ganha, às vezes perde. Aquele que não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, está fadado ao fracasso e correrá perigo em todas as batalhas.” Sun Tzu

@-“A Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa) informou que o saldo da balança comercial do setor ficou em US$ 2,914 bilhões entre janeiro e outubro deste ano, o que representa uma queda de 18,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando o superávit somava US$ 3,558 bilhões. O valor é equivalente a 12,9% da balança comercial do País. As exportações totalizaram US$ 4,013 bilhões nos dez primeiros meses do ano, recuo de 19,7% ante igual época de 2008. Já as importações caíram 23,8% no período em análise, para US$ 1,099 bilhão.” Agência IN

@-“Enquanto os bancos privados mostram a intenção de voltar a expandir suas carteiras de crédito com negócios mais arriscados, voltados para a pessoa jurídica, as instituições públicas lideram a concessão de empréstimos para a indústria. Segundo dados do Banco Central (BC), esse setor, que se retraiu durante período mais intenso da crise e passou a adiar projetos, volta a contrair empréstimos de longo prazo, o que sinaliza uma retomada nos investimentos para expansão.” DCI

@-“A Fiat mantém seus planos de investimento no Brasil até 2010, ano em que vai aplicar cerca de R$ 1,8 bilhão de um total de R$ 5 bilhões que vêm sendo destinados ao País desde 2008, informou nesta terça-feira o presidente da companhia para a América Latina, Cledorvino Belini. O executivo afirmou que a Fiat vai lançar em 2010 vinte produtos entre versões e novos modelos de veículos que consumirão a maior parte do R$ 1,8 bilhão restante do plano de investimento atual.” Reuters

@-“Chegou ao fim a negociação do empresário Eike Batista com a siderúrgica Wuhun Iron and Steel (Wisco). A companhia chinesa investirá US$ 400 milhões para adquirir 21,52% de participação da MMX, Mineração e Metálicos, controlada pelo Grupo EBX, do empresário brasileiro. Hoje, Batista detém 58,43% da mineradora. Também foi acertado entre as empresas acordo de cooperação para a construção de uma siderúrgica no Porto de Açu, no Estado do Rio de Janeiro.” DCI

@-Última: charge do Sinfrônio (Charge Online)

Nenhum comentário: