03 agosto 2009

"Certamente a glória do jornalismo é a sua transitoriedade." Malcolm Muggeridge

@-Uma boa idéia, mas a viabilidade do projeto é mínima! Parte do PT quer a extinção do Senado e a instituição do sistema Unicameral. A Democracia brasileira sairia fortalecida com Parlamento único, mas a turma do atraso (mídia corporativa/PSDB/DEM/Fiesp e afins) jamais deixará. Para esta turma o Senado representa e representou a “elite” da política brasileira!

@-Piada verídica da Sambu: segundo interlocutores de plumas graúdas, o líder tucano no Senado esta agindo ou vociferando por conta própria. Então ta!

@-Os tucanos em ação: a Senadora Marina silva foi procurada pelo PV para candidatar-se a Presidência da Republica, a Senadora agradeceu e deixou o assunto para depois. A tentativa do PV mostra o desespero tucano para 2010, a eleição vai ser plebicitária e a digna Senadora estaria sendo usada para afastar, ou dar um “ar” eleitoral normal do provável plebiscito de 2010, Dilma X SerraX Lula X FHC será pano de frente da opereta. Marina de boba não tem nada, vai pular fora do barco, mas não custa esperar um “poquito” mais!

@-Frese “na mosca” da Sambu: “Eu tenho certeza que o que faz a principal pauta dos jornais ser a caça às bruxas no Congresso Nacional não é nem o sentimento moralista, não. Porque eles conviveram durante anos com a ditadura militar, com as podridões da ditadura militar, tanto na área da questão dos direitos humanos, mas também nas questões da economia, os abusos que se cometiam. A imprensa permaneceu calada e convivia, tinha lá veículos ao lado como o Estadão, a Folha e O Globo. Então não é a moralidade que eles querem, não é a moralização do Congresso Nacional, o que eles querem é a desmoralização da política. A desmoralização da política é muito conveniente à manutenção dos interesses da grande mídia, dos grandes conglomerados econômicos, essa é a grande realidade. Porque uma classe política desmoralizada não tem condição de mudar nada.” Deputado Federal Brizola Neto (PDT-RJ), trecho da entrevista concedida pelo Deputado ao Fazendo Media

@-Última enquete: “Responda ligeiro: qual é a “Menina do Jô” mais nonsense?” /// Ana Maria Tahan: 15% /// Cristiana Lobo: 3% /// Flávia Oliveira: 0% /// Lilian Witfibe: 9% /// Lúcia Hipólito: 45% /// O que significa “nonsense”?: 27%.

@-Sobre a tirinha de cima: Flávia! Cai fora do programa mais sem noção da história política, econômica, cultural, jornalística, antropológica, cientifica e tecnológica da TV brasileira! Sai dai Flávia, pode ser contagioso!

@-Frase otimista da Sambu: "Sem dúvida o Brasil poderá ter uma presidenta. Não vejo porque o Brasil não tenha (...). O Brasil teve presidente metalúrgico, pode ter presidente negro, pode ter uma presidenta. Acho que o Brasil está maduro politicamente e a sociedade brasileira está madura o suficiente". Ministra Dilma Rousseff

@-E no Estado mais rico da Federação! De um lado: Ciro Gomes, Protógenes Queiros e Aluízio Mercadante / De outro lado: Geraldo Alckmin, Orestes Quércia e Afif. Fica José Serra, Fica!

@-E por falar em José Serra! A mídia corporativa faz propaganda aberta ao fraquíssimo candidato. Serra tem que subir nas pesquisas ou pelo menos estancar, caso contrário, adeus Chirico. Viva a proibição do fumo no Estado!

@-Eleições 2010: o PDT descarta José Serra, não há hipótese do PDT aliar-se com o PSDB paulista e “fernandista” segundo o líder do partido na Câmara Federal, mas com Aécio Neves...

@-Frase “Era Uma Vez no Oeste” da Sambu: "Eles acham que com isso forçam uma negociação. Não tem conversa, eles têm toda razão de ter ódio de mim. Eu tive toda a chance de não mexer com eles, não é falar, é de puxar. O que eu fiz foi puxar todo esse novelo que está desbaratando esse império do Maranhão, de 44 anos, de mais de três décadas desses ministérios aí. Está desbaratando um império montado no Senado há 15 anos, de roubalheira, decência, falta de decoro. Ia esperar que eles mandassem flores para mim?". Senador Arthur Virgílio ( PSDB-AM)

@-Pergunta da Sambu: e a recessão Rede Globo, Folha, Estadão-ão, CBN, O Globo...acabou ou ainda aflige dramaticamente o cotidiano do brasileiro?

@-Trecho de uma Nota Pública: "O PMDB estava em linha com seu programa partidário quando apoiou o governo de Fernando Henrique Cardoso. Foi assim que o Brasil iniciou o processo de estabilização econômica. E o PMDB está em linha uma vez mais com seu programa partidário ao apoiar o governo do presidente Lula, autor nada mais nada menos do que o maior projeto de distribuição de renda do mundo entre outras conquistas admiráveis no campo da estabilidade, da institucionalização nacional, e do respeito à democracia". Nota do PMDB aos descontentes do Partido

@-Extra! Extra! Uma verdadeira bomba vem por ai! O que é? O Pré-sal vai revolucionar a economia brasileira e o ESTADO terá uma participação fundamental. A mídia corporativa vai atacar duramente o Governo Federal, não precisa conferir.

@-Penúltima: charge do Amâncio (Tribuna do Norte)

@-“Os motoristas de taxi vão ganhar uma linha de crédito de R$ 200 milhões, com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para a compra de veículos.” ABr

@-“A baixa renda deu uma injeção de ânimo nos planos dos fabricantes de produtos de higiene pessoal. Pela primeira vez, esse segmento puxou as vendas do setor, que inclui ainda os cosméticos, tradicionais líderes no comércio, e a perfumaria. Segundo cálculos preliminares da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), as vendas da indústria no primeiro semestre aumentaram 18%, em boa parte por conta da procura cada vez maior por sabonetes, xampus, desodorantes e absorventes higiênicos.” AE

@-“A safra de balanço dos grandes bancos brasileiros no segundo trimestre, que tem início hoje com a divulgação do lucro do Bradesco, terá resultados tão positivos quanto os do período de janeiro a março. Mas a expectativa do mercado é de que, a partir do terceiro trimestre, os bancos apresentem números ainda melhores, principalmente com maior crescimento das carteiras de crédito e com menos recursos destinados à provisão contra créditos de liquidação duvidosa, conhecido como PDD.” DCI

@-“Com a queda na taxa de juros, os fundos de pensão vão reduzir os investimentos em títulos da dívida pública e disponibilizar mais recursos de suas bilionárias carteiras para as empresas, principalmente da área de infraestrutura, aponta estudo do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O setor privado poderia ter à disposição a expressiva soma de R$ 160 bilhões, se as aplicações desses fundos em títulos públicos caíssem, por exemplo, para um nível semelhante ao do Chile. Os técnicos do BNDES ponderam, no entanto, que a mudança só ocorrerá aos poucos e no longo prazo.” AE

@-Última. Nunca na história deste País! A “recessão” propalada pela mídia corporativa bateu o recorde mundial de passagem na balisse da estultice midiática. Nunca na história deste País uma “recessão” durou tecnicamente tão pouco!


Nenhum comentário: