20 julho 2009

"Todos os dias leio os jornais para saber o que penso." Fernando Henrique Cardoso

@-Palavra de colunista: “Entre seus primeiros interlocutores para vitaminar a candidatura, Ciro [Gomes] escolheu Paulo Maluf, este, sim, o pior da elite paulista. Só pode ser deboche.Gilberto Dimenstein, colunista da Folha.

@-Sobre a tirinha de cima: José Serra debocha de São Paulo tendo Quércia (Disque Quércia para....! Lembra Gilberto?) seu fiel escudeiro caríssimo colunista Gilberto Dimenstein?

@-A candidatura de Ciro Gomes ao Governo paulista tomou impulso! A reação indignada da mídia corporativa paulistana reforça e muito a viabilidade do candidato. Ciro Gomes tem “sólamente” um adversário a sua altura, mas o adversário já perdeu duas eleições de forma vexatória, o provável adversário de Ciro começa muito bem no “Ibope” para em seguida derreter como um picolé, preferencialmente de chuchu! Não precisa conferir

@-Frase “É nossa” da Sambu: “Vamos fazer uma discussão nacional e quero ver como vão se comportar aqueles que outro dia queriam privatizar a Petrobras. Teve gente que chegou a falar: precisamos nos desfazer do último paquiderme brasileiro que é a Petrobras. Esse paquiderme agora é nosso e vamos cuidar dele com carinho, como se fosse à coisa mais inteligente do mundo.” Presidente Lula

@-Não adianta, perderam o discurso, só resta o “escândalo” forjado e a “crise” fictícia! A oposição [PSDB/DEM/PPS/PIG] desce a ladeira do desespero, um caminho sem volta! Um exemplo: a Governadora Yeda “Desespero” Crusius enterrou de vez sua desastrada gestão ao xingar o professorado do seu Estado de torturadores.

@-Sobre a tirinha de cima: o PMDB vai (inexoravelmente!) morrer abraçado com o PSDB ou pular fora do deplorável Governo tucano? A conferir

@-Perguntas da Sambu: a candidatura do presidente eleito José Serra subiu no telhado do desengano? O Senado Federal é a única e polpuda pauta-politíca-fajuta da mídia corporativa?

@-Frase obvia da Sambu: “A oposição não tem discurso, não tem projeto, está desarticulada e vai tentar tumultuar as eleições”. Ministro Franklin Martins, da Secretaria de Comunicação Social

@-última enquete. Resultado parcial: “A grande mídia corporativa passa por uma grave crise de credibilidade. Na sua opinião, o jornalismo no Brasil é...” / Ótimo 4% / Bom 0% / Regular 5% / Ruim 7% / Péssimo 13% / Desprezível 71%. A enquete continua na “Samburiquinhas” e no “Artigos e CIA”.

@-A mídia corporativa da de ombros, mas o montante da grana estocada no exterior é escandaloso. O Ministério da Justiça bloqueou uma dinheirama suculenta no exterior, nada mais, nada menos do que (por volta!) US$ 3 bilhões! Este blogueiro, a “opinião pública” e os paralelepípedos de Santana estão curiosíssimos para saber quem são os “donos” desta bolada!

@-Frase acachapante e realista da Sambu: "A opinião publica é muito volúvel. Ela flutua e coloca até 100 mil pessoas no Maracanã para ver a Madona e outras 50 mil para assistir o Roberto Carlos. Quem faz a opinião pública são os jornais e eles estão acabando". Senador Paulo Duque (PMDB-RJ), Presidente do Conselho de Ética

@-A liderança do Senador Renan Calheiros deixa e deixou basbaques alguns Senadores da oposição, só alguns, o resto: as ordens!

@-Penúltima: charge do Aroeira (O Dia)


@-“No prazo de um ano, "quase todas" as empresas jornalísticas irão cobrar por seu conteúdo publicado na internet, de acordo com avaliação do editor-chefe do Financial Times, Lionel Barber. Para ele, o principal desafio das empresas é a construção de plataformas para cobrar dos usuários assinaturas ou valores por matéria. Em palestra no evento Media Standards Trust, na British Academy, em Londres, Barber declarou que ainda não sabe "como esses modelos de pagamento online vão funcionar e quanta receita são capazes de gerar". As informações são do Media Guardian.” Portal IMPRENSA

@-“Uma pesquisa divulgada pela Associação Portuguesa para o Controle de Tiragem e Circulação apontou uma queda significativa do número de leitores de jornais e revistas nos quatro primeiros meses deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado.” Público.PT

@-“A Nestlé assumirá a maior unidade da Parmalat no país, em Carazinho no Rio Grande do Sul. Na fábrica será produzido o leite premium com diferencial nutricional das marcas Ninho e Molico. Além das instalações com todo seu maquinário, o negócio inclui seis postos de recepção e resfriamento de leite instalados nas cidades gaúchas de Giruá, Augusto Pestana, Casca, Boa Vista do Buricá e São Paulo das Missões, além da catarinense Xanxerê. "A operação dessa fábrica nos possibilitará crescer no segmento de leites premium com diferencial nutricional em que ingressamos neste ano com muito sucesso por meio de marcas fortes e reconhecidas pela alta qualidade. Vamos também impulsionar o desenvolvimento da bacia leiteira no Rio Grande do Sul, trabalho que já começamos com a nossa fábrica de Palmeira das Missões (RS)", afirma o presidente da Nestlé Brasil, Ivan F. Zurita.” DCI

@-“A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) divulgou uma pesquisa sobre os efeitos da crise financeira internacional para os municípios. Segundo a pesquisa, nos quatro primeiros meses do ano a arrecadação dos municípios cresceu em 8,2% em relação ao mesmo período de 2008. Já a arrecadação dos estados ficou em 4,8% e a da União teve queda de 5,2%. A pesquisa foi feita com 354 municípios, que representam dois terços das receitas do país.” ABr

@-“As prévias de vendas e lançamentos das construtoras indicam resultados muito positivos no segundo trimestre, até melhores que no mesmo período do ano passado. As principais causas foram o programa de moradias populares do governo e a queda dos juros, que beneficiaram principalmente os imóveis voltados para a baixa renda, mas também com efeitos entre as classes média e média alta e nos imóveis comerciais.” Valor

@-“A Aracruz abre hoje a temporada de balanços do setor de papel e celulose. Nos resultados gerais relativos ao primeiro semestre, a celulose ganhou destaque puxada em grande parte pela China, que aumentou em 119% a importação do Brasil, em comparação ao mesmo período de 2008.” DCI

@-Última: não deu no Jornal Nacional! (Dados do TSE):

Nenhum comentário: