08 outubro 2007

Segunda-feira, Outubro 8

@-Frase da Sambu: “Nós, que, pelo império das circunstâncias, dirigimos a revolução, não somos donos da verdade, menos ainda de toda a sapiência do mundo. Temos que aprender todos os dias. O dia que deixarmos de aprender, que acreditarmos saber tudo, ou que tivermos perdido nossa capacidade de contato ou de intercâmbio com o povo e com a juventude, será o dia em que teremos deixado de ser revolucionários e, então, o melhor que vocês poderiam fazer seria jogar-nos fora...”. Che

@-E o FHC? A mídia corporativa já não esta dando bola para o ex-presidente principesco. FHC foi entrevistado por um grande veiculo de comunicação mundial e a repercussão no Brasil foi pífia, além disso, FHC continua nas paginas dos jornalões a cada dois ou três dias com suas “masturbações sociológicas”, mas não repercute. Parece que virou leitura obrigatória para alguns, só para alguns adamistas.

@-Este blogueiro deve estar maluco! A Policia Federal afirma com convicção investigatória que o “mensalão tucano” é muito mais grave não só em termos de provas, como também na sua abrangência financeira. Estatais do Estado de Minas Gerais foram usadas pela “suposta” organização criminosa, tais como: Companhia de Saneamento (Copasa), Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge), entre outras companhias, na area da mineração, energia e por ai vai. Este é o ponto! Aonde esta a mídia corporativa? O silêncio sobre o assunto tem a silhueta de crime, de antijornalismo.

@-A “Terceira Via” voltou. Um jantar de desagravo marcado para a noite de terça-feira pelos neo-éticos parlamentares da chamada “Terceira Via”, a razão da comilança: os Senadores do PMDB Jarbas Vasconcelos e Pedro Simon serão homenageados pelo grupo, aonde? O jantar será realizado na casa do deputado José Aníbal, do PSDB paulista. Pauta recheada para a mídia corporativa. O Senador Renan Calheiros desta vez esta em apuros (o jantar da “Terceira Via” é bobagem para pautar a mídia amiga), a situação não é nada boa para o presidente do Senado, o grupo do PMDB liderado pelo residente do Partido, Deputado Michel Temer vai entrar em campo. A conferir

@-Pesquisa DataTempo para Governador coloca petista disparado na frente, lá nas Gerais: “O prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, lidera a pesquisa DataTempo de intenções de voto para governador de Minas. Ele tem a preferência da maioria dos entrevistados da capital e 24 pontos percentuais de distância do segundo colocado, o ministro das Comunicações, Hélio Costa. O vice-governador de Minas, Antonio Anastasia, aparece em terceiro lugar. Para 53,48% dos entrevistados pelo DataTempo, Pimentel é a opção para o governo de Minas em 2010. Hélio Costa conseguiu 18,66% das intenções de voto e Anastasia, 5,97%. Outros 11,19% das pessoas pesquisadas responderam que não votam em ninguém” O Tempo

@-Sobre a pesquisa DataTempo para Presidente da República na Capital das Gerais o blogueiro não vai publicar a integra, mas apenas uma frase: Aécio lidera com gigantesca folga em todos os cenários.

@-José Serra não é muito bem quisto em BH, segundo a pesquisa DataTempo: apenas 6,4% apontaram o nome do Governador. O Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (mineiro!) Patrus Ananias alcançou um porcentual maior do que o Governador paulista: 8,2%. O mineiro é solidário com os seus!

@-Penúltima: charge do Clayton (O Povo (CE)):

@-Um assessor do presidente do Senado é acusado de tentativa de espionagem em um hangar para jatinhos de luxo. A suposta espionagem visava os Senadores Demóstenes Torres (DEM-GO) e Marconi Perillo (PSDB-GO), tidos (supostamente) como proprietários destas aeronaves caríssimas. Amáveis leitores: e os tais jatinhos? Investiga-se só um lado, e o outro? E a mídia corporativa não vai averiguar o hangar para elucidar o fato? Parte da grande mídia virou piada e o Senado uma casa de tolerância, aliás, sempre foi!

@-Frase novelistica da Sambu: "Cesar Maia devia evitar quaisquer comentários sobre o Rio de Janeiro, cidade que ele tratou com a mais solene indiferença nestes três anos... Mas agora, sem dúvida, vai encher de obras, para dar a impressão de que fez muito. Será que algum dia ele entrou no Hospital Lourenço Jorge? E se o fez, foi como prefeito? Porque aí não vale ¿ eu queria ver ele entrar como um cidadão comum, e precisando de atendimento. Sim, eu votei nele. Mas se arrependimento matasse...". Aguinaldo Silva, “dramaturgo”

@-Tirinha de Colunista: “O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) chegou a Brasília com fama de político sério, mas seus adversários em Pernambuco dizem que não é nada disso. O deputado federal Silvio Costa (PMN), por exemplo, afirma que uma CPI do Caixa 2 investigou a suposta relação do então prefeito Jarbas com uma empreiteira e que, entre os "muitos escândalos" de seu governo, está a venda milionária da estatal de energia Celpe a empresários espanhóis.” Claudio Humberto

@-Tirinha de jornal: “Um detalhamento do inquérito policial militar (IPM) da Força Aérea Brasileira (FAB) pode dar novo rumo ao processo que corre na Justiça americana movido por parentes de vítimas do vôo 1907 da Gol, em setembro do ano passado, contra os pilotos americanos do Legacy, Jean Paul Paladino e Joseph Lepore, a ExcelAire (proprietária do Legacy), a Honeywell (fabricante do equipamento anticolisão), a Embraer (fabricante do Legacy), a Raytheon (responsável pela implantação dos radares na região da Amazônia) e a Lockheed Martin (responsável pelo software usado no controle aéreo). O inquérito da FAB considera a atitude dos pilotos do Legacy como fator "determinante" para a tragédia. Eles teriam tido uma "conduta omissiva", uma vez que eram os responsáveis pela navegação do vôo, segundo as normas internacionais. O Legacy, diz o IPM, estava sob "vigilância radar" do controle de espaço aéreo, que transfere aos pilotos a responsabilidade pela navegação, e não sob "vetoração radar", onde estariam sob orientação dos controladores.” Jornal do Brasil

@-Tirinha de Jornal II: "Utilizadas principalmente por indústrias de refrigerantes e sucos, as garrafas PETs movimentam hoje um mercado que produz cerca de 9 bilhões de unidades anualmente só no Brasil, das quais 53% não são reaproveitadas. Com isso, cerca de 4,7 bilhões de unidades por ano são descartadas na natureza, contaminando rios, indo para lixões ou mesmo espalhadas por terrenos vazios”. O Estado de São Paulo

@-Última: tirinha do André Dahmer (Malvados)

Nenhum comentário: