07 setembro 2007

Sexta-feira, Setembro 7

@-A coisa é tão chinfrim, mas tão chinfrim. Com todo respeito a Cidade e ao Prefeito, falo em termos politicos. Em se tratando de PSDB a Folha de São Paulo faz de algo pequeníssimo um acontecimento grandioso. O prefeito de Itapeva (284 km de São Paulo), Luiz Cavani, deixou o PT para se filiar ao PSDB. Esta grade noticia saiu na badalada coluna Painel da jornalista Renata Lo Prete. Parabéns ao PSDB por esta aquisição importantíssima e grandiosa. Parabéns para a colunista pela reveladora e importantíssima notícia. Mas este troca-troca partidário é infernal, não!

@-A Revista Veja (falar desta revistinha embrulha o estomago) vem com mais uma “denúncia testemunhal” (a marca registrada da Veja). A matéria não é novidade em termos do esperado, da lógica jornalista-eleitoral-politiqueira desta revista, qualquer pessoa com dois neurônios aguardava a matéria com esta “testemunha”. O advogado Bruno Brito Lins será a “testemunha” da vez, provas? Nenhuma, apenas a sua palavra, virou moda no jornalismo corporativo o denuncismo-de-um-musculo-da-cavidade-bucal!

@-Frase Republicana da Sambu: “Vamos aceitar a denúncia e vamos fazer as investigações. Agora começou o processo, agora começou verdadeiramente o processo. Agora é que nós vamos ver quem cometeu erros e quem não cometeu erros”. Presidente Lula

@-Cadeia de Rádio e TV: integra do discurso Presidencial, ::Aqui::

@-A mídia corporativa parou (há duas semanas) de cogitar [plantar] nomes para ocupar a cadeira do Senador Renan Calheiros, a obstinação do Senador surpreendeu até a Vênus Platinada. Caso o Presidente do Senado caia, a sua substituição será por outro do mesmo time, não existe mais clima para um imdependente-peemedebista-anti-Lula. De novo Sarney?

@-Um jornalão qualquer ou uma revista denúncia um político... E lá esta o PSOL para ingressar com mais uma representação na Mesa Diretora do Senado ou da Câmara. O PSOL é movido pela mídia corporativa e tira o “constrangimento” do PSDB & DEM, os tucanos e “democratas” agradecem. Ah! Esqueci do PPS!

@-Quando falta assunto (boas noticias não faltam) os jornalões apelam de forma grotesca. A matéria de capa do jornal O Globo de hoje é um exemplo bisonho: “Nova renuncia na Anac deixa setor aéreo sem comando”. Menos, põe menos nisso!

@-O Senador tem grandes chances de sair vitorioso na quarta feira, a mídia corporativa sabe muito bem disso, e suas razões: só as defecções no DEM & PSDB (é um fato notório) levariam Renan Calheiros a sua absolvição no Plenário. Ciente disso a mídia corporativa quer carimbar o governo e o PT e aliviar a oposição. Só o PT pode salvar Renan? Conversa fiada, talvez o PT proporcionalmente vote contra o Senador Renan Calheiros mais do que o DEM ou o PSDB. O Senador tem alguns pares da oposição nas mãos, ou não?

@-Tirinha de Colunista: “No momento, todos os levantamentos numéricos (até mesmo deste repórter) se situam no seguinte patamar. Com voto SECRETO e ainda mais em sessão SECRETA, a FAVOR de Renan, 46 senadores. CONTRA ele, 35. (Isso no caso de comparecerem todos, o que só aconteceu duas vezes). A diferença então seria de 6 votos, que precisariam mudar de lado. Se isso acontecesse, Renan ficaria com 40, sua cassação com 41. (Novamente para ficar claro: com os 81 senadores presentes). Outra coisa: os renanzistas, lógico, comparecerão, por medo, fidelidade ou convicção. Os que de forma pressuposta se admite que votariam contra Renan, deveriam comparecer em massa. Comparecerão?” Helio Fernandes / Tribuna da Imprensa

@-Tirinha de Jornal: “O governador do Rio, Sérgio Cabral, afirmou ontem que seu grupo político no PMDB não deverá participar da reunião do diretório regional do partido, segunda-feira. "Não sei se eles vão comparecer", disse Cabral ao ser questionado sobre qual seria a posição de seus aliados na reunião. Conforme O DIA publicou quarta-feira, o encontro foi convocado pela executiva regional para discutir a possibilidade de aliança dos peemedebistas com o Democratas (ex-PFL), nas eleições municipais de 2008. O acordo começou a ser negociado pelo prefeito Cesar Maia (Democratas) e o presidente da Assembléia Legislativa (Alerj), Jorge Picciani (PMDB), com aval do presidente regional do PMDB, o ex-governador Anthony Garotinho.” O Dia

@-Tirinha de Portal: “Autoridades de imigração espanhola prenderam uma quadrilha que traficava mulheres brasileiras para prostituição e as cedia a colaboradores como forma de retribuir favores. A quadrilha era encabeçada por uma família hispano-brasileira que há dois anos realizava o esquema, informou o jornal ABC, de Sevilha, na Andaluzia. Enganadas com falsas promessas, as mulheres entravam na Europa por Paris ou Málaga, no Sul da Espanha, e eram levadas para trabalhar em clubes sevilhanos.” BBC Brasil

@-Tirinha do Novaes (Gazeta mercantil):

Nenhum comentário: