30 agosto 2007

Quinta-feira, Agosto 30

@-Pesquisa serve também para mostrar o óbvio (confirmar o tamanho da obviedade e a sua distribuição injusta no País), o que deixou este blogueiro perplexo foi constatar ontem e hoje a estultice e a má fé de alguns veículos da mídia corporativa: uma parte divulgou com destaque: “Os 10% mais ricos do país gastam 10 vezes mais que os 40% mais pobres”, mas esqueceu (má fé? Em português claro: sacanagem?) o principal da pesquisa do IBGE: “O índice de brasileiros vivendo na extrema pobreza caiu de 8,8% para 4,2%”. A Vênus Platinada mais uma vez enterra uma noticia fundamental e histórica no seu jornal televisivo entre novelas.

@-O que não faz a internet. Na Grécia mais de 50 mil pessoas foram protestar na frente do Palácio Governamental. O movimento é político sim senhor (organizado pelo Partido Socialista e afins), mas isso não quer dizer o uso da tragédia para fins obscuros como aconteceu com o ridículo movimento “Cansei”. Parece que na Grécia o uso da Internet para organizar um movimento popular (classe média! Lá a média é popular) com cores e bandeiras, deu certíssimo. O movimento foi de repudio a demora do Governo, mas sem perder a razão e o equilíbrio. Pelo visto um belo naco da classe mídia grega não é hipócrita. Uma pergunta: só a esquerda é capaz de levar multidões para a praça pública no mundo Ocidental?

@-O Presidente Lula colocará uma pessoa extremamente capaz para chefiar a ABIM (Uma agência que pouco fez no Governo Lula. Até hoje este blogueiro não sabe bem para que serve!), nada mais e nada menos do que o atual chefe da Policia Federal, Paulo Lacerda, este cederá lugar para o Secretário Nacional de Segurança do Ministério da Justiça. Tarso Genro terá um aliado [com independência] no comando da PF e acaba de vez com o disse e me disse alimentado pela imprensa canhestra.

@-Frase democrática da Sambu: “Este é o momento propício para tomarmos as ruas e fazer o debate com a sociedade, principalmente porque é a Rede Globo que está sendo colocada em xeque”. O que temos hoje é o monopólio das versões de um fato social nas mãos do poder privado. Precisamos garantir a democratização, estruturando a TV Pública, fortalecendo a rede de rádios e tevês comunitárias e garantindo recursos institucionais para as diversas vertentes de opinião. Onde não tem marco regulatório, a verdade privada prevalece, negando espaço ao contraditório”. Secretária nacional de Comunicação da CUT, Rosane Bertotti.

@-E na madrugada...”Parte dos 2.600 camelôs proibidos de montar barracas no Brás, no Centro de São Paulo, entrou em confronto com a Polícia Militar (PM), o Batalhão de Choque e a Guarda Civil Metropolitana (GCM) no final da madrugada desta quinta-feira (30). A Rua Oriente, onde os ambulantes costumam vender seus produtos durante a “feirinha da madrugada”, virou praça de guerra. Não há ainda informações sobre feridos ou presos.” Do G1

@-Frase Republicana da Sambu: "A nossa Polícia Federal se transformou numa referência em um Estado democrático e de direito, portanto, um Estado verdadeiramente público no país. Se estivéssemos num Estado autoritário e policial, seria o arrefecimento”. Ministro da Justiça Tarso Genro.

@-“O Brasil teve uma redução de quatro pontos percentuais na taxa de pirataria de software em 2006 - caiu de 64% para os atuais 60%. Os dados são da quarta edição do Estudo Anual de Pirataria de Software Global em computadores pessoais, elaborado pelo IDC Global, e divulgado pela Business Software Alliance (BSA).” O Dia

@-O amigo cão e o prenúncio escatológico do jornalismo impresso

Nenhum comentário: